terça-feira, 25 de outubro de 2011

Cuiabá e Várzea Grande avaliam projeto de VLT

25/10/2011 - Mato Grosso On Line

Secretários municipais e técnicos da prefeitura de Cuiabá conheceram, nesta quarta-feira (19/10), o projeto funcional do transporte coletivo a ser implantando na capital, visando a Copa do Mundo de 2014. O projeto foi apresentado pelos técnicos da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo FIFA 2014 (SECOPA). Também participaram da reunião, realizada na sede da SECOPA, representantes da prefeitura de Várzea Grande.

Representando Cuiabá, estavam presentes os secretários municipais, Josemar de Araújo Sobrinho (Trânsito e Transporte Urbano), Marcio Puga (Desenvolvimento Urbano), Eldo Orro (Meio Ambiente e Assuntos Fundiários) e Carlos Haddad (assessor Especial de Assuntos Estratégicos da Prefeitura de Cuiabá).

A SECOPA apresentou o pré-projeto do traçado do VLT (Veículo Leve Sobre Trilho) - modal de transporte escolhido pelo Governo do Estado para atender a demanda do Mundial de Futebol. O VLT fará o percurso CPA – Aeroporto e Coxipó – Centro. O novo modelo de transporte público percorrerá toda a Avenida Rubens de Mendonça, do CPA até a ponte Júlio Muller, continuando na Avenida da FEB, em Várzea Grande, e também a Avenida Fernando Corrêa.

O VLT será implantado na área central das avenidas, com estações de embarque e desembarque ao longo do percurso. Também fará a integração com os ônibus que fazem o transporte dos bairros, além de promover a integração total do sistema entre Cuiabá e Várzea Grande. Nas avenidas onde o VLT será implantado não será mais permitido a tráfego de ônibus ou veículos grandes.

A implantação do modal exigirá uma série de obras e interferências no trânsito e no transporte nas duas cidades, nos próximos dois anos. A implantação do VLT também necessitará de alterações nas Legislações Municipais. Um exemplo será a modificação da largura das calçadas, especificada em Lei.

As maiores obras e intervenções acontecerão na Avenida Rubens de Mendonça, na altura de Prainha. Em alguns trechos será necessário fazer desapropriações. A ponte Júlio Muller, por exemplo, será duplicada para que os trilhos sejam implantados.

Os representantes dos dois municípios pediram que a SECOPA repasse o pré-projeto do VLT, para ser apresentado aos prefeitos Francisco Galindo e Sebastião dos Reis Gonçalves e passarem por análise das equipes técnicas de Cuiabá e Várzea Grande.

Nenhum comentário:

Postar um comentário