domingo, 8 de julho de 2012

Vice-governador debate privatização do VLT entre Cuiabá e Várzea Grande

08/07/2012 - Olhar Direto

Daltro embarcou para a Inglaterra no último sábado (07) e seguirá para a Itália. Ele foi em uma missão oficial do governo do Estado.

Por Victor Cabral

Um dos assuntos na pauta do vice-governador de Mato Grosso, Chico Daltro (PSD), na Itália e Inglaterra, entre os dias 9 e 12 deste mês, é a privatização da administração do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) de Cuiabá e Várzea Grande.

Chico Daltro informou, por meio da assessoria de imprensa do governo, que entre as empresas interessadas em investir em Mato Grosso já houve uma sinalização pela administração do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT).

A privatização do VLT, que é a maior obra da Copa em Cuiabá e a mais cara (R$ 1 bilhão, 447 milhões, 617 mil, 227 reais e 15 centavos), está nos planos do governo Silval Barbosa (PMDB), segundo informou o vice-governador. Com isso, a gestão do modal seria feita por meio de iniciativa privada.

Daltro embarcou para a Inglaterra no último sábado (07) e seguirá para a Itália. Ele foi em uma missão oficial do governo do Estado. O vice-governador, que está acompanhado pelo secretário Edmilson José dos Santos (Selit) e o procurador-geral do Estado, Jenz Prochnow, tem como missão negociar investimentos para Mato Grosso.

Modal

O VLT será implantado no canteiro central nos itinerários CPA-Aeroporto e Coxipó-Centro, percorrendo 22,2 quilômetros. As obras devem ser iniciadas em agosto deste ano e devem ficar prontas no primeiro trimestre de 2014, segundo o secretário da Copa, Maurício Guimarães.

Os ônibus convencionais alimentarão o sistema VLT, levando os passageiros dos bairros até uma das estações do metrô de superfície, que ficarão ao lado dos trilhos no canteiro central das avenidas Rubens de Mendonça, Prainha, FEB e Fernando Correa da Costa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário