segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Vagões do VLT 'andam' pela primeira vez no MT

03/10/2014 - G1 MT

O Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) se movimentou pela primeira vez nos trilhos dentro do pátio do Centro de Manutenção, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. A movimentação nesta quinta-feira (2) foi realizada para que os técnicos pudessem inspecionar alguns funcionamentos do sistema. Esta foi a primeira vez que os vagões do VLT se movimentaram com o funcionamento da rede aérea de tração energizada.

Equipamentos como ar condicionado e bateria foram checados e os técnicos puderam avaliar o funcionamento de luzes de sinalização internas e externas, abertura e fechamento de portas. Os testes oficiais, estáticos e dinâmicos como previstos em contratos, devem ocorrer quando estiver completa a implantação do modal.

Prazo descumprido

Lançado em 2011 em substituição ao sistema de corredores exclusivos para ônibus Bus Rapid Transit (BRT), o projeto do VLT foi homologado em meio a indícios de fraude no Ministério das Cidades, mas acabou recebendo financiamento federal e sendo licitado em junho de 2012 por meio do Regime Diferenciado de Contratação (RDC) - novo modelo de licitação menos rígido que o imposto pela lei 8.666/93 e autorizado pelo governo federal para obras da Copa.

Sob o nome Consórcio VLT Cuiabá, um grupo de empreiteiras venceu a licitação e se comprometeu no contrato com prazo para término das obras em 13 de março deste ano, o que não ocorreu. A previsão da Secretaria Extraordinária da Copa é que o VLT possa ser utilizado pela população em 2015.

O projeto inicial do VLT prevê a implantação dos 22 quilômetros de trilhos da via permanente em duas linhas: a primeira parte do Aeroporto Marechal Rondon até o Centro Político e Administrativo de Cuiabá. O segundo vai do centro da capital até a região do Bairro Tijucal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário