domingo, 17 de outubro de 2010

Bondes podem voltar a circular em Curitiba

02/07/2009 - Agência Curitiba


Bondes elétricos que circularam em Curitiba na primeira metade do século 20 podem voltar a transportar passageiros no centro da cidade. Projeto da Prefeitura prevê a instalação de uma nova linha de bondes entre o Passeio Público e a Praça Eufrásio Correia, passando pelas ruas Riachuelo, Barão do Rio Branco, Conselheiro Laurindo e XV de Novembro.
O projeto de atrativo turístico, cultural e de resgate da memória da cidade foi desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e faz parte das ações de revitalização da área central da cidade, iniciadas em 2005.
A volta dos bondes às ruas do Centro será feita em parceria com a iniciativa privada. "A exemplo do que ocorreu na revitalização do Paço Municipal, a Prefeitura não vai aplicar recursos do tesouro municipal, que têm prioridade de investimento na área social", informa o assessor de Projetos Especiais da Prefeitura, Maurício Sá de Ferrante.
"A proposta tem grande apelo turístico e é ambientalmente correta, já que o bonde é elétrico. Neste momento, estamos em contato com potenciais patrocinadores do projeto."
O serviço a ser oferecido pelo Bonde Turístico não concorrerá com o sistema regular de transporte coletivo. permitirá o embarque e desembarque ao longo do caminho e terá uma tarifa diferenciada. A expectativa do Ippuc é de que o bonde seja mais um indutor do crescimento econômico na região, a partir do eixo formado pelas ruas Barão do Rio Branco e Riachuelo.


Em 2007, o Ippuc fez uma pesquisa com turistas que visitavam a cidade. Foram entrevistadas 1.785 pessoas, das quais 95,6% disseram que usariam o bonde turístico. Perguntados quanto às razões pelas quais fariam o passeio, 52,7% dos entrevistados usariam o bonde para conhecer a cidade e por curiosidade.Turistas aprovam idéia

Outros 24,7% disseram que fariam o passeio para conhecer o Centro, conhecer a cidade e para ver os pontos turísticos, e 14,1% escolheriam o Bonde Turístico pela oportunidade de relembrar o passado e por nostalgia. As entrevistas foram feitas em nove locais, como aeroporto, rodoviária, parques da cidade e com passageiros da Linha Turismo.
Veja abaixo o mapa com o trajeto do bonde:

Nenhum comentário:

Postar um comentário