quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

São José dos Pinhais propõe trem urbano até Curitiba

03/01/2012 - Paraná Online

O espaço, que pertencia à antiga Rede Ferroviária Federal, está destinado à construção de novo modal de transporte ligando os dois municípios.

O prefeito de São José dos Pinhais, Ivan Rodrigues (PSD), propôs ao governo federal a construção de uma nova via de ligação com Curitiba com a utilização de trens urbanos. Em dezembro, a Secretaria de Patrimônio da União cedeu gratuitamente ao município, por 20 anos, uma área de 326 mil metros quadrados para implantação do Eixo Leste-Oeste de Desenvolvimento Urbano e Turístico.
 
O espaço, que pertencia à antiga Rede Ferroviária Federal, está destinado à construção de novo modal de transporte ligando os dois municípios. A proposta é que o tráfego seja feito através de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), cuja concessão e exploração seriam concedidas à iniciativa privada. A implantação é de responsabilidade do governo federal, com recursos viabilizados através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

A ideia é que o eixo conecte o Contorno Leste (BR-116) de um lado e de outro o prolongamento da Avenida do Trabalhador, na divisa com Curitiba, cortando São José dos Pinhais. A construção do Eixo Leste-Oeste também facilitará o acesso entre as regiões próximas ao Aeroporto Internacional Afonso Pena e o centro da cidade, além de desafogar o trânsito na região.

A obra faz parte de conjunto de ações de infraestrutura e mobilidade urbana propostas pela Prefeitura de São José dos Pinhais, que incluem ainda a construção de nova pista e terminal de cargas e logística no Aeroporto Internacional Afonso Pena.

O prefeito Ivan Rodrigues falou que o projeto é fundamental para melhorar a mobilidade na cidade. "Essa região carece de acessos. Na realidade existem só três acessos principais entre Curitiba e São José dos Pinhais. E essa seria uma alternativa do transporte de massa para a população do Grande Afonso Pena, que é uma região que abriga aproximadamente 100 mil pessoas, a Curitiba", comentou.

O superintendente do Patrimônio da União no Paraná, Dinarte Antônio Vaz, destacou que o novo eixo cria mais uma conexão importante entre Curitiba e São José dos Pinhais. "A importância é para os dois municípios, porque hoje há um número grande de pessoas que residem em Curitiba e trabalham em São José, e vice-versa", explica.

Não haverá necessidade de desapropriações para a realização da obra. A área cedida ao município pela União fica localizada entre o Rio Iguaçu e a Rua Almirante Alexandrino, até a Rua Valdomiro Valaski e o Contorno Sul (BR-116), formada por diversos terrenos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário