quarta-feira, 7 de março de 2012

Governo do MT republica edital para licitação do VLT

07/02/2012 - Midia News

Sessão pública para abertura das propostas será realizada no dia 23 de abril, na sede da Secopa

O Governo do Estado republicou nesta quarta-feria (07), no Diário Oficial, o edital de licitação para a contratação da empresa que será responsável pela implantação do VeículoLeve sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá e Várzea Grande.

O aviso de licitação havia sido publicado no dia 20 de fevereiro, mas foirepublicado após recomendações do Tribunal de Contas de União (TCU). Issoporque foi necessário adequar o edital com as contribuições recebidas nas audiências públicas realizadas no dia 16 de fevereiro.

O processo licitatório será realizado nos moldes do Regime Diferenciado deContratação (RDC), que permite a contratação integrada dos projetos básicos,executivos, execução das obras, fornecimento e montagem de sistemas e materialrodante.

A sessão pública para abertura das propostas está agendada para o dia23 de abril, às 10h, na sede da Secopa, na capital.

Ao longo dos 22,2 Km do trajeto do VLT, serão necessárias intervenções viáriascomo a construção de cinco viadutos, três trincheiras e três pontes.

Com dois eixos, CPA-Aeroporto e Coxipó-Centro, o modal será implantado nocanteiro central das avenidas Historiador Rubens de Mendonça, FEB, 15 deNovembro, Tenente Coronel Duarte (Prainha), Coronel Escolástico e FernandoCorrea da Costa. Serão três terminais de integração e 33 estações, que terãouma distância média de 500 a 600 metros entre um ponto e outro.

Os terminais terão estacionamento para veículos e bicicletário, ampliando opotencial de mobilidade urbana na capital e em Várzea Grande. O anteprojetoprevê também que todos os critérios de acessibilidade serão contemplados naelaboração dos projetos básico, executivo e, consequentemente, na execução dasobras.

O sistema de bilhetagem deverá ser compatível e integrada aos sistemas dearrecadação utilizados nos transportes públicos de Cuiabá e Várzea Grande, hojeem operação em seus ônibus (bilhetes, cartões, máquinas de venda e validadores).A capacidade máxima de passageiros será de 400 pessoas por vagão e a velocidadede operação prevista é 60 km.

“O prazo contratatual para conclusão das obras do VLT é de 24 meses, a contarassinatura da ordem de serviço. As obras de implantação ocorrerão de formasimultânea em vários pontos da cidade, deixando um legado significativo para apopulação que vai usufruir de um modal de transporte rápido, confortável eseguro”, disse o secretário Eder Moraes.

Fonte: Mídia News

Nenhum comentário:

Postar um comentário