domingo, 1 de julho de 2012

Governo de Mato Grosso assina ordem de serviço do VLT de Cuiabá

22/06/2012 - Portal 2014

Com prazo de 24 meses para ser concluído, modal pode ser inaugurado após os jogos da Copa

Obras do VLT podem ser concluídas após os quatro jogos da Copa (crédito: Divulgação)

A ordem de serviço para o início das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) Cuiabá-Várzea Grande foi assinada nesta quinta-feira (21) pelo governo de Mato Grosso e pelo Consórcio VLT Cuiabá.

O secretário da Copa, Maurício Guimarães, e o representante do consórcio, Aloysio Cardoso da Silva, também realizaram uma reunião para o começo da intervenção. Os trabalhos devem durar 24 meses.

Na última segunda-feira (18), o governador do estado Silval Barbosa assinou a liberação de um empréstimo no valor de R$ 423 milhões pela Caixa Econômica Federal. Este financiamento já estava contratado para o sistema de corredores de ônibus BRT (Bus Rapid Transit). O projeto, no entanto, foi substituído pelo VLT. 

O modal ainda terá R$ 727 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). De acordo com a Secopa, o contratado deve ser firmado até o final deste mês. A obra, porém, está orçado em R$ 1,47 bilhão. Dessa forma, faltariam R$ 200 milhões para a conta ser fechada.

O primeiro trecho a ser construído deve ser próximo ao Aeroporto Marechal Rondón, em Várzea Grande, por se tratar de uma área que não necessita de desapropriação.

Com prazo de 24 meses para ser concluído, o VLT pode ser inaugurado após os jogos da Copa em Cuiabá. A cidade receberá quatro jogos da competição: nos dias 13, 17, 21 e 24 de junho de 2014.   

O VLT terá 22,2 km, 33 estações e três terminais de integração e é a principal obra de mobilidade urbana do estado de Mato Grosso para a Copa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário