quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Goiânia: Implantação do VLT Anhanguera é aprovada por deputados

29/11/2012 - Assembléia Legislativa GO

O projeto de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) foi aprovado em segunda e definitiva votação no Plenário da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (27).

O processo nº 3.353/2012, encaminhado pela Governadoria, institui o grupo executivo de implantação do VLT no município de Goiânia e o Fundo Especial de Implantação do Programa Veículo Leve sobre Trilhos (FVLT), vinculado à Secretaria de Estado de Desenvolvimento da Região Metropolitana. Este último trata-se de unidade orçamentária específica, que visa garantir o custeio das despesas com a implantação do sistema de transporte urbano.

A matéria cria também os cargos de provimento em comissão correspondentes às unidades administrativas integrantes das aludidas estruturas. A proposta também solicita da Assembleia autorização para a abertura de créditos especiais até o limite de R$ 200 milhões para custeio.

Nas razões do projeto de lei, a Governadoria argumenta que a instituição do grupo executivo e respectivo fundo especial é medida necessária para o desenvolvimento do programa. "É sabido que o sistema de transporte de veículo leve sobre trilhos representa, como acontece a outras metrópoles do País, a solução mais viável, sob todos os pontos de vista, para o transporte coletivo urbano", indica a justificativa da proposta.

No dia 20 de novembro, o secretário Sílvio Sousa participou de uma audiência pública realizada no Auditório Sólon Amaral, na Assembleia Legislativa, para dar transparência em todo o processo de implantação do projeto VLT. A iniciativa foi do presidente da Comissão de Constituição e Justiça, deputado Daniel Messac.

"Não vamos fazer nada que a sociedade não queira. Buscamos os melhores profissionais para o desenvolvimento desse projeto e acreditamos que seja a solução ideal", expôs Sílvio aos deputados, na ocasião.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria da Região Metropolitana de Goiânia, com informações do Portal Assembleia Legislativa do Estado de Goiás.



Enviado via iPhone

Nenhum comentário:

Postar um comentário