sábado, 9 de março de 2013

Consórcio inicia instalação de estacas em obra do VLT em avenida de Cuiabá

15/02/2013 - G1

Tráfego em Cuiabá é alterado sentido Avenida/CPA em Cuiabá. Empresa vai instalar 52 estacas na estrutura do viaduto

As estacas que irão dar sustentação ao viaduto da Avenida Historiador Rubens de Mendonça, na região do Centro Político Administrativo de Cuiabá, começaram a ser colocadas na última quarta-feira (13). Com isso, a partir de ontem (14), o tráfego foi alterado, principalmente para quem sai da avenida Juliano Costa Marques e entra na avenida do CPA. A faixa utilizada para o tráfego de veículos foi modificada, passando a ser a interna – mais próxima do canteiro – ao invés da externa – próxima à calçada – como está ocorrendo.

A obra faz parte da implementação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que está dentro do pacote de mobilidade urbana da Copa 2014. De acordo com a assessoria da Secretaria Extraordinária da Copa (Secopa), após a remoção das principais interferências, a equipe de engenharia vai dar sequência aos trabalhos para construção do elevado, que deve desafogar o trânsito na região.

No total serão 52 estacas, que compõem a estrutura de fundação do viaduto, que terá 278 metros em formato de ferradura. A estrutura terá oito pilares (cada pilar é composto por um bloco que contém seis estacas). Em cada uma das extremidades do viaduto também haverá um par de estacas.

O VLT passará por baixo e a parte superior do elevado será usada pelos motoristas que desejam fazer a conversão para ter acesso ao CPA ou seguir em direção ao centro da cidade.

Alteração no trânsito
A alteração é necessária para que seja possível cravar as estacas posicionadas nesse local. O Consórcio VLT manterá o acesso à Receita Federal e à igreja Assembleia de Deus e todo trajeto será sinalizado, facilitando a orientação aos motoristas.

Além do cravamento das estacas, a equipe do consórcio fará remoção de cabos de fibra ótica, redes de água, esgoto e elétrica. No mesmo local a empresa deve recolocar o sistema da rede elétrica com a instalação de novos postes.

créditos: Edson Rodrigues/Secopa

Fonte: G1 MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário