terça-feira, 14 de maio de 2013

Secopa divulga imagens de vagões prontos do VLT


14/05/2013 - Mídia News


Veículos passam por fase de testes antes de serem enviados para o Brasil

A Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) divulgou as fotos dos dois primeiros carros (cada um formado por sete vagões) do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que já estão prontos para serem embarcados para o Brasil.

Os veículos passam, no momento, pela fase de testes. Um dos integrantes da Comissão de Fiscalização da Secopa, o arquiteto e engenheiro de tráfego André Luiz Gomes de Bento, já embarcou para Zaragoza, na Espanha, para acompanhar os testes (leia mais AQUI).

Os carros estão sendo construídos na Espanha pela CAF Brasil Indústria e Comércio, empresa que integra o Consórcio VLT Cuiabá, responsável pela execução da obra na Grande Cuiabá.

Ao todo, a Secopa licitou 40 carros, com capacidade para abrigar 400 passageiros cada um. A previsão é de que os veículos comecem a chegar à Capital entre o fim de julho e o início de agosto deste ano.

Em janeiro deste ano, o MidiaNews mostrou, em primeira mão, como será o interior do VLT de Cuiabá.

Características do VLT

Os veículos do VLT de Cuiabá serão bidirecionais, com cabines de condução localizadas em ambas as extremidades, bem como funcionarão com velocidade contínua de 60 km/h, por até 20 horas por dia.

Cada veículo terá aproximadamente 44 metros de comprimento, com largura de 2,40 metros e altura aproximada de 3,60 metros. Segundo a pasta, o projeto prevê que todos os critérios de acessibilidade serão contemplados .

A expectativa da Secopa é que o VLT demore em torno de 20 minutos para percorrer, de uma extremidade a outra, cada eixo.

Nos horários de pico, a previsão é que os terminais tenham um VLT saindo de quatro em quatro minutos.

Implantação do modal

Constituído de dois eixos, CPA-Aeroporto e Coxipó-Centro, o modal será implantado nos canteiros centrais das principais avenidas de Cuiabá e Várzea Grande: Historiador Rubens de Mendonça (Avenida do CPA), FEB, XV de Novembro, Tenente-Coronel Duarte (Prainha), Coronel Escolástico e Fernando Corrêa da Costa.

O VLT contará com três terminais de integração e 33 estações de embarque e desembarque, com distância média de 600 metros entre um ponto e outro.

Além de implantar o modal e construir os veículos, entregando-os prontos para operação, o Consórcio VLT Cuiabá será responsável também pela edificação de obras de arte ao longo dos 22,2 km de trajeto do VLT, sendo cinco viadutos, quatro trincheiras e três pontes.

Eixo CPA-Aeroporto

Com 15 quilômetros de extensão, o trajeto CPA-Aeroporto contará com dois terminais de integração (CPA I e André Maggi), além de um elevado ferroviário no Aeroporto Internacional Marechal Rondon.

Quatro trincheiras serão construídas (Km Zero, Avenida da FEB-Cristo Rei, Rua Desembargador Trigo Loureiro, Rua Luis Felipe), além de 22 estações de transbordo, uma ponte sobre o Rio Cuiabá e dois viadutos: um elevado ferroviário no Aeroporto e outro próximo à Secretaria de Fazenda, na Avenida do CPA.

Nesse eixo será feita também a reestruturação do Canal da Prainha, na região central de Cuiabá.

Eixo Coxipó-Centro

O eixo Coxipó-Centro terá 7,2 quilômetros de extensão e contará com um terminal de integração na região do Coxipó, 11 estações de transbordo, três viadutos: um na rodovia MT-040, outro na Avenida Beira Rio e um no trevo que dá acesso à Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Além disso, duas pontes serão construídas sobre o Rio Coxipó. (www.facebook.com/nf365)

Fonte: MidiaNews 

Nenhum comentário:

Postar um comentário