sábado, 27 de julho de 2013

Começa a construção de pontes ligadas ao VLT para Copa em Cuiabá

27/06/2013 - G1 MT

As obras de construção de três pontes e um viaduto para a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) já iniciaram, em Cuiabá, como parte dos projetos de mobilidade urbana voltados para a Copa do Mundo de 2014. De acordo com a Secopa, o prazo de conclusão das obras é de oito meses.

Uma das pontes que está sendo construída é sobre o Rio Cuiabá, paralela à ponte Júlio Muller, que liga a capital a Várzea Grande, região metropolitana. Estão sendo realizadas algumas atividades relacionadas à obra civil, mas principalmente as de meio ambiente, com o resgate arqueológico no Muro de Barão de Melgaço, conforme a Secopa. Nessa área não haverá nenhuma interferência civil, no entanto, as obras só vão ganhar força, quando o resgate for concluído.

A equipe de engenharia de produção prepara infraestruturas para a edificação da ponte, que terá grande parte da estrutura pré-moldada. A estrutura terá 350 metros e será usada para o tráfego de veículos. A ponte central servirá para passagem do VLT e terá a estrutura ajustada para implantação da via permanente. A ponte utilizada para o trânsito no sentido Cuiabá-Várzea Grande continuará com o mesmo sentido e também receberá reforço.

A Secopa informou que nesta primeira fase foi construída a ponte branca, uma passarela de madeira erguida sobre a lâmina d'água que servirá para sustentar os equipamentos e máquinas para execução da fundação da ponte (tubulões). Em seguida, será iniciada a etapa de mesoestrutura, em que serão construídos os pilares que vão sustentar as travessas. As vigas pré-moldadas e o plano de pista ou tabuleiro (superestrutura) devem ser executados na sequência.

Rio Coxipó

No início do mês teve início a mobilização da infraestrutura para construção de um viaduto e de duas pontes sobre o Rio Coxipó. As duas pontes terão aproximadamente 280 metros de extensão e serão usadas para tráfego de veículos. De acordo com a secretaria, serão construídas nas laterais das pontes já existentes.

Após a conclusão, o trânsito será conduzido para as novas estruturas. As pontes velhas serão demolidas para dar continuidade à construção ao viaduto rodoferroviário de 340 metros de extensão. Sob o elevado também será construída uma nova rotatória de à Avenida Beira Rio.

Ainda conforme a Secopa, o canteiro de obras está sendo montado e a construção das pontes ganhará ritmo com a conclusão do resgate arqueológico, cuja atividade começa nos próximos dias.
No caso das obras para o viaduto, estão sendo feitas a locação topográfica, identificação, escavações e remoção de interferências enterradas (rede elétrica, de água e esgoto e fibra ótica). Uma máquina hélice contínua para cravamento de estacas (fundação do viaduto) já está no local.

Fonte: G1 MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário